Postagem em destaque

CONHEÇA A CÂMARA EXTERNA DA ORDEM ROSACRUZ, AMORC

Caro Buscador, Seja bem-vindo à Câmara Externa da Antiga e Mística Ordem ROSACRUZ, AMORC! Esta modalidade de aproximação...

domingo, 29 de junho de 2014

DIA DA RENOVAÇÃO ESPIRITUAL - 28 de junho













PAULO COELHO - Imitando o Mestre


IMITANDO O MESTRE
.
                                                                                                                   Paulo Coelho

Um discípulo que amava e admirava seu mestre, resolveu observá-lo em todos os detalhes, acreditando que – ao fazer o que ele fazia, iria também adquirir sua sabedoria.
.
O mestre só usava roupas brancas, e o discípulo passou a vestir-se da mesma maneira.
.
O mestre era vegetariano, e o discípulo deixou de comer qualquer tipo de carne, substituindo sua alimentação por ervas.
.
O mestre era um homem austero, e o discípulo resolveu dedicar-se ao sacrifício, passando a dormir numa cama de palha.
.
Passado algum tempo, o mestre notou a mudança de comportamento do seu discípulo, e foi ver o que estava acontecendo. 
.
– Estou subindo os degraus de iniciação – foi a resposta. – O branco de minha roupa mostra a simplicidade da busca, a alimentação vegetariana purifica o meu corpo, e a falta de conforto faz com que eu pense apenas nas coisas espirituais.
.
Sorrindo, o mestre o levou até um campo onde um cavalo pastava.
.
– Você passou este tempo olhando apenas para fora, quando isso é o que menos importa – disse. – Está vendo aquele animal ali? Ele tem a pele branca, come apenas ervas, e dorme num celeiro com palha do chão. Você acha que ele tem cara de santo, ou chegará algum dia a ser um verdadeiro mestre?



PORTAL DA CABALA Mini-Aula de Torá Conexão: 40 Uma Grande Benção

     28/06 a 05/07/2014   

                                 Conexão da Semana: Uma Grande Benção   


A porção da Torá desta semana fala sobre uma grande benção. O episódio conta que Balac, o rei dos Moabitas, chama um mago de nome Bilam para amaldiçoar Moisés e seu povo. O mago, no entanto, ao caminhar sobre uma jumenta, recebe uma forte revelação divina e acaba trocando a maldição por uma benção.
 
Há um grande ensinamento por trás deste episódio, que explica que até mesmo um mago dominado por sentimentos negativos, pode, a qualquer momento, “despertar” e seguir um caminho de Luz. Isto acontece porque as diferenças entre nós são predominantes apenas nas cascas. A verdade é que possuímos uma essência muito semelhante. Todos nós queremos estar mais próximos da Luz do mundo infinito.
 
A cabala ensina que a proximidade desta Luz resgata o nosso desejo de compartilhar e possibilita a transformação de qualquer problema aparente de nossa vida, seja ele qual for.
 
É com esta consciência, reveladora, que caminhamos para a próxima semana, porção de Pinchás, momento com maior força de cura em todo ano. Nos preparamos para uma grande benção.
 
Shalom!

A seguir a mini-aula da semana.
Mini-Aula: http://www.youtube.com/watch?v=e41J8lljMVo


[]s Ian Mecler.

Aguardem: Próxima semana, Conexão e mini-aula 41 A Cura

    




sexta-feira, 27 de junho de 2014

DEUS E CÓSMICO



A diferença do uso dessas duas palavras é muito sutil. Quando falamos de "Deus", para o Rosacruz representa a concepção individual que temos da deidade, o Deus de nosso coração, o Deus de nossa compreensão. Isto respeita a conceituação própria de cada um, naturalmente considerando Deus ou a Essência Divina com uma presença em tudo que existe, o que é identificado como panteísmo - Deus em toda parte. De forma análoga, a expressão "Cósmico" se refere a tudo que foi criado por Deus, que também se mantém infuso da própria Essência Divina.
A grande questão que os místicos consideram em suas análises é se confundimos "Deus" com o "Cósmico" ou se "Deus" é um princípio universal independente do Cósmico.
Deixo a análise para aprofundamento de nossas meditações em nossos Sanctum regulares. - CVP

Fonte: Revista AMORC Juvenil nº 29 - ano R+C 3354


CONHECIMENTO ROSACRUZ - semanal - 6


 .

A PEDRA FILOSOFAL

            Os alquimistas sempre procuraram a pedra filosofal. E alguns a encontraram... Os Rosacruzes sempre foram alquimistas e possuem a chave  que permite descobrir esta pedra tão cobiçada, mas cujo significado é bem diferente do que geralmente pensamos que seja.



LUZ, VIDA, AMOR

Esta é a trilogia que norteia o trabalho místico dos Rosacruzes. Este trabalho, milenar, vem se atualizando através dos séculos e proporciona à atual geração o que há de melhor no campo do misticismo, da ontologia, do esoterismo e da ciência. 


Solicite gratuitamente o livreto “O Domínio da Vida”

Divulgação R+C Jequié

E-mail:  obuscador.divulga@gmail.com

ou escrevendo e ligando para:

Ordem ROSACRUZ, AMORC: Rua Nicarágua, 2620 
 82515-260 – Curitiba –PR.  Tel:(41)3351-3000  
 www.amorc.org.br 


CABALA - A Terra Prometida




O cabalista lê a Bíblia de uma maneira diferente. Ele sabe que este é um livro divino, codificado, e que lembra histórias que são sempre atuais para a humanidade. Uma história bíblica bem conhecida é a de Moisés, aquele que retirou o povo hebreu da escravidão.
A história conta que para salvar a vida de seu bebê, a mãe de Moisés deixou-o em uma pequena cesta às margens do rio Nilo. A filha do Faraó encontrou o bebê e acabou criando-o no palácio real, com todo o conforto. Um dia, já crescido, Moisés resolveu sair do palácio e ver o que se passava fora dele. Ao defender um escravo hebreu que era surrado violentamente por um egípcio, acabou matando o egípcio. E por isto teve que se afastar.
Durante o exílio, Moisés viveu em uma cidade vizinha. E foi lá que ele recebeu pela primeira vez a revelação de Deus. Moisés caminhava à luz do dia, em profundo estado meditativo, quando se deparou com uma sarça ardente. A sarça era um tipo de planta comum naquela região e era comum arbustos daquele tipo pegarem fogo devido ao calor. No entanto, este arbusto continuava a pegar fogo e jamais se consumia. Mantinha-se ileso. E foi assim que Moisés pela primeira vez viu a face de Deus.
É interessante observar que a primeira revelação de Deus a Moisés se deu através de uma planta comum, em uma situação comum, quando ele olhava para baixo. Normalmente temos a idéia de que uma revelação de Deus deveria se dar em uma grande aparição no céu, em uma noite magnífica. Mas Deus está em todo lugar, e para aquele que está preparado, tomado pela consciência da humildade (e ele olhava para baixo) esta revelação pode se dar a qualquer momento. Todo momento pode ser especial.
Naquele momento Moisés era eleito para libertar os hebreus da escravidão e a partir de então travou uma grande batalha espiritual contra o Faraó, até que conseguiu libertar seu povo, promovendo a abertura do mar.
A história é toda repleta de códigos. O Faraó, mencionado no texto, representa nosso ego exacerbado, que faz-nos esquecer que somos parte de um todo muito maior, e nos impele no desejo de receber só para nós mesmos. É a pura visão da casca. Tanto que os faraós, ao morrer, retiravam os órgãos e mumificavam o corpo, ou melhor, a casca do corpo.
O Egito é uma palavra-código que se refere a uma situação de escravidão à qual a grande maioria dos seres humanos está submetida. É o nosso comportamento repetitivo, caracterizado por padrões compulsivos, que nos afasta de uma vida significativa.
A Travessia do Deserto é o caminho longo, árduo e cheio de dificuldades, que percorremos para sair deste estado de escravidão do aparente e chegar a uma nova consciência.
Finalmente, a Terra Prometida é o estado de consciência elevada, que dá real sentido à nossa existência. Momento em que compreendemos nosso lugar nesta existência, em que atingimos o significado da palavra Amor. Neste estado não há espaço para o medo. Nesta dimensão compreendemos o valor de cada obstáculo com que nos deparamos. Cada um deles traz um significado a mais à nossa vida.
Este episódio nos ensina sobre uma possibilidade sempre atual de mudarmos nossa consciência. Sair do mundo da escravidão significa mergulhar em um mundo desconhecido, para uma travessia muito longa e difícil. Somente com um propósito muito claro é possível enfrentar os confrontos áridos deste deserto e encontrar os caminhos que levam a uma vida significativa.
• Texto extraído do livro “Os Segredos da Cabala”, de Ian Mecler.




PORTAL DA CABALA Mini-Aula de Torá Conexão: 39 - Bons Sentimentos

                                          21 a 28/06/2014   

                                 Conexão da Semana: Bons Sentimentos

Nesta semana, com a entrada da lua nova de Câncer, estamos sob  influência de uma poderosa energia de cura. E a Torá caminha em direção ao ápice desta energia, que acontecerá na semana de Pinchas, um momento único. Mas para chegar a isto precisamos entender um pouco mais sobre este tema.


O cabalista entende que as doenças físicas em geral surgem a partir de bloqueios em nossas emoções. Raiva, medo, inveja, tristeza, todas essas são emoções negativas que se acumulam devido à um culto ao passado, algo que não existe mais em qualquer lugar, exceto na mente.

Por isso, nesta semana, aproveitamos a forte energia emocional presente para libertar todo o passado e nos tornarmos novos, realmente novos. Um ótimo momento para nos conectarmos com as grandes bençãos que estão disponíveis, Aqui, Agora.

Shalom!


[]s Ian Mecler.

Aguardem: Próxima semana, Conexão e mini-aula 40 - Uma Grande Benção

    

domingo, 15 de junho de 2014

A FORÇA DO SILÊNCIO...


O SILÊNCIO DA FALA
Permanecer em silêncio é, com frequência mais sábio do que falar;
num sentido mais amplo, o silêncio da língua implica controle da fala.
O que importa é usar discernimento no falar.


O SILÊNCIO DA MENTE
Consiste no controle básico dos pensamentos ociosos ou erráticos.
Os pensamentos têm certas potencialidades;
o mau e o bom pensamento tem efeitos,
definidos sobre a nossa vida e o nosso ambiente.


O SILÊNCIO DA VONTADE
O silêncio da vontade consiste em relegar os anseios 
dos sentidos físicos ao lugar que merecem.
O silêncio da vontade pode estar relacionado também 
com o desenvolvimento do controle emocional.

Entrar no silêncio é estabelecer uma condição propícia
ao controle criativo de nós mesmos.


Fonte: Boletim Informativo Círio - ano R+C 3349
Loja Mares - Salvador/Bahia




ORAÇÃO DA SERENIDADE



POEMA - Virá (Edward Carpenter, FRC)



CERIMÔNIAS R+C - mês de junho

A Ordem ROSACRUZ, AMORC tem Cerimônias e Rituais especiais que tradicionalmente são celebrados durante o Ano Civil.

No mês de junho os Organismos Afiliados à Ordem ROSACRUZ realizam 2 atividades do Calendário Anual Permanente de Cerimônias Especiais ROSACRUZ.


CERIMÔNIA DE AÇÃO DE GRAÇAS

Na Tradição ROSACRUZ a comemoração do Dia de Ação de Graças -  A Cerimônia de Ação de Graças - é celebrada na Convocação Ritualística mais próxima do solstício de inverno - em 2014, dia 21/06 - no hemisfério sul, em um ritual especialmente preparado para esse fim, Participam Iniciados ao Primeiro Grau de Templo. Celebramos a união de nossa Alma aos quatro Princípios que fazem de cada um de nós um ser vivo, animado pela Essência da Grande Alma Universal. (Somente em Lojas e Capítulos)


Cerimônia realizada a séculos pela Ordem ROSACRUZ-Amorc. Esta atividade será realizada em todos os organismos afiliados da Antiga e Mística Ordem Rosae Crucis (Amorc), em diversas cidades do mundo.

Quando foi a última vez que você agradeceu ao Deus de seu coração?


MEDITAÇÃO PELA PAZ

A Meditação pela PAZ é realizada em datas opcionais de cada Organismo Afiliado e é uma Cerimônia aberta a amigos, familiares e convidados. Este trabalho especial a serviço da paz é realizado anualmente em diversos países do mundo, para que se faça uma reflexão pessoal, com o objetivo de que cada um de nós medite sobre o sentido que damos à paz e sobre o modo como vivenciamos este ideal em nossas vidas.





PORTAL DA CABALA Mini-Aula de Torá Conexão: 38 - A Escolha sábia

                                         14 A 21/06/2014   


                                 Conexão da Semana:A Escolha Sábia   

Temos muito que aprender com a porção da Torá desta semana. O povo que havia chegado a beira da terra prometida fora condenado a vagar novamente pelo deserto. Em um forte movimento de oposição, Corach reúne 250 homens da congregação e revolta-se contra Moisés. E é assim que a discórdia toma conta da congregação. Sim, porque embora fossem minoria, o uso da palavra negativa funciona realmente como uma arma de guerra.

Moisés sabia que aqueles homens estavam atraindo grande negatividade e, mesmo com sua dignidade ferida, humildemente tentou estabelecer uma reconciliação. Mas isto não era mais possível. Todos sabemos o quanto é impossível dialogar com aquele que é tomado pelo desejo de receber só para si.

Situações como esta se repetem há milhares de anos na história da humanidade e também em nossas histórias pessoais. E você sabe onde moram os personagens principais, Côrach e Moisés?

Dentro de nós mesmos.

Que nesta semana possamos reconhecer estas nossas duas inclinações: uma inclinação negativa, egoísta, que nos leva para a escravidão e uma inclinação positiva, regida pela humildade e que nos leva à liberdade.

Que possamos escolher com sabedoria!


Shalom!



[]s Ian Mecler.          

Aguardem: Próxima semana, Conexão e mini-aula 39 - Bons Sentimentos

    

domingo, 8 de junho de 2014

SEMANA DO MEIO AMBIENTE - Ação Já!



AÇÃO JÁ!

" Assim como é em cima, é embaixo", de onde pode se conclui que assim como é fora, é dentro, o que nos serve de alerta, no que diz respeito ao estado de desarmonização da natureza, pelo qual somos os únicos responsáveis. É necessária e premente a colaboração ativa de um grande número de pessoas, de nossa sociedade, no planejamento das atividades realizadas pelas sérias Entidades Ambientalistas. É imperativo que se melhore a perspectiva de conservação da biodiversidade do mundo, e isso é mais do que urgente. O resultado positivo, naturalmente HARMONIUM, disso, vem através da FORÇA, gerada pela UNIÃO!

Foto - Jequié e Região
O QUE FAZER?
Todos se recordam do conto do beija-flor voando com água no bico, tentando apagar o imenso incêndio na floresta e quando questionado da inutilidade do ato, ele simplesmente respondeu " estou fazendo minha parte".
Então, vamos fazer nossa parte.
AÇÃO JÁ!
Foto - Gicult
Foto - sustentabilidade - educação
Não devemos ficar só com os períodos de harmonização, prece ou meditação. Participe de alguma forma. Use sempre os "3Rs" ou seja: reduza, reuse, recicle. Evite o desperdício, varra a calçada e não jogue água por horas com a mangueira, cuide dos animais e ao ir numa praia, rio ou floresta recolha seu lixo.

Foto - sustentabilidade - educação
Pense agora no futuro de seus filhos e netos. Não espere pelo Japão, Estados Unidos..., Protocolo de Kyoto, Rio +20... Faça sua parte. Defenda a natureza, AÇÃO JÁ!

Fonte - Revista R+C Juvenil



CONHECIMENTO ROSACRUZ - semanal - 5



A BUSCA DO CONHECIMENTO

             Adrian W. Sasha, F.R.C.

            Quanto mais conhecermos mais há para conhecer. A busca do conhecimento é uma sedução constante. Quanto mais avançamos mais distantes de nós deverão estar os horizontes, pois, de outro modo, eles se fechariam e a nossa vida se tornaria um mundo aborrecido, pequeno e sufocante.


            Aprendamos tudo o que pudermos, porém não esperemos aprender tudo. Na medida em que vamos aprendendo coisas novas vamos avaliando fatos do nosso passado e, devido ao conhecimento maior que agora temos, concluímos que fizemos muita coisa errada.



            Esta compreensão afasta de nós qualquer tendência para condenar ou acusar a nós próprios ou aos outros de modo radical. Isto traz paz para a alma, calor para o coração e iluminação para a mente.



            Os horizontes se distanciam na medida em que o homem evolui, mas novamente se aproximam, procurando estimulá-lo a ir ainda mais adiante. Assim, virá o dia em que o homem terá a convicção de que a busca silenciosa do conhecimento lhe trará recompensa interior sendo um exercício misterioso para o seu Eu, a fim de o desenvolver, fortalecer e enobrecer.




CONCENTRAÇÃO

   Adilson Rodrigues, F.R.C.

A concentração é uma arte. É uma habilidade indispensável, porque leva a pessoa à eficácia. Você só atinge objetivos e obtém resultados se for capaz de “concentrar seus esforços”.

A concentração é indispensável ao estudante que deseja entrar numa faculdade e graduar-se; é indispensável tanto para o vendedor como para o viajante, para não desviarem de sua meta.

Somente a concentração pode nos tornar “organizados”, eficazes e capazes. A concentração em sua própria vida é a causa da prosperidade. É a pessoa que sabe o que quer e para onde vai.


O “disperso” perde muita energia. Sai para fazer uma coisa e faz outra. Encanta -se com luzes e sons e perde seu rumo inicial. É volátil, superficial, desorganizado. Tem muitos livros começados (para ler) e poucos que termina. Tem muitas idéias, mas passageiras. Pouca concentração nas idéias facilita que elas voem logo. Estão diante de um livro e “voando” em imaginação.

Faça estes treinos: 
1 - Fazer uma coisa de cada vez. 
2 - Fazer cada coisa no seu lugar.
3 - Concentrar-se no AQUI E AGORA. No dia de hoje. Hoje é dia do plantio. 
4 - Concentrar-se na sua vida. O que você quer? O que lhe falta? 
5 - Treino de concentração visual (jogo dos sete erros/ vitrines/ pessoas/ lugares). 
                   Observar o mundo exterior. 
6 - Treino concentração auditiva. (música orquestrada: 
                  concentrar-se em cada instrumento musical).
7 - Treino concentração mental (em cada parte do corpo e relaxar). 
8 - Concentre-se no que você está fazendo.



Observe-se no banheiro pela manhã: você faz uma coisa de cada vez?
Você termina uma coisa para começar outra? 
Você atende uma pessoa de cada vez, no seu serviço? 
Você dá atenção aos seus filhos quando eles falam com você?

Observe-se. Concentrar é organizar. A dispersão é ladrão de energia.