Postagem em destaque

CONHEÇA A CÂMARA EXTERNA DA ORDEM ROSACRUZ, AMORC

Caro Buscador, Seja bem-vindo à Câmara Externa da Antiga e Mística Ordem ROSACRUZ, AMORC! Esta modalidade de aproximação...

domingo, 17 de maio de 2015

PORTAL DA CABALA - Mini-aula de Torá - Conexão (34) No Deserto

16 a 23/05/2015
Conexão da Semana: No Deserto  

A porção desta semana, a primeira do livro de Números, descreve um momento em que o Eterno pede a Moisés para contar toda a congregação, em meio a sua caminhada pelo Deserto.

Muitos são os códigos por trás das contagens do censo. É evidente que aquele a que tudo criou não precisava de ninguém para contar as tribos. Mas o censo acontece em um momento fundamental. A contagem possibilitava a cada ser humano lembrar de sua importância, ao mesmo tempo que criava uma identidade de grupo.

Atravessar o deserto não é fácil. É preciso força para iniciar a travessia rumo à uma terra prometida. Não falamos de um lugar geográfico, mas de uma nova dimensão de vida: um estado desperto de consciência.

Nesta semana saímos do isolamento e nos reconhecemos como elementos de um grupo que busca algo relevante e não perecível. Atravessamos o deserto com a certeza de que não estamos sós.

Shalom!

Atenção: O Módulo 1 on-line está sendo preparado 
            e levará Luz para muitas pessoas em todo o mundo.

 A seguir a mini-aula da semana.

http://www.youtube.com/watch?v=JDF-b-CZ74U

[]s Ian Mecler.      

Aguardem: Próxima semana, novo estudo 

Conexão 35 - O Agradecimento





DESPERTANDO A FORÇA INTERIOR


A fênix é um pássaro da mitologia grega que, ao morrer, entrava em autocombustão e, passado algum tempo,renascia das próprias cinzas. Uma ave sagrada, cuja característica menos conhecida é a sua força, que, em voo, lhe permite transportar cargas muito pesada. Existem lendas que ela carregava até elefantes. Uma ave mítica que superava  todos os desafios, por mais impossíveis e inacreditáveis que possam parecer.

 A mítica fênix grega, que parece ter sido baseada em Bennu, da mitologia egípcia, representado na forma de uma ave, semelhante à garça, que habitava o Egito Antigo. Quando encerrava seu ciclo de vida, ele voava a Heliópolis, pousava sobre a pira do deus RÁ, ateava fogo em si mesmo, deixando-se consumir pelas chamas, e renascendo das cinzas após.

Segundo alguns escritores gregos, a fênix vivia, a cada ciclo de vida, exatos quinhentos anos, e acreditavam que seu ciclo total seria de 97.200 anos. Ao final de cada ciclo de vida, a fênix queimava-se numa pira funerária


A vida longa da fênix e o seu dramático renascimento das próprias cinzas são símbolo da imortalidade e do renascimento espiritual.

Para os estudantes de misticismo e das leis que regem a espiritualidade, a fênix é fonte de inesgotável inspiração, uma vez que nos remete a qualidades que todos os seres humanos têm necessidade de desenvolver: a de saber superar as vicissitudes da vida, e, a partir das experiências vividas, renascer mais sábios e mais próximos da Luz de onde provém toda Sabedoria.


No  Recolhimento Interior no Sanctum do Lar, possamos olhar dentro dos olhos da nossa fênix interior e refletir sobre as virtudes, sobre a nossa conduta nesta encarnação, e como são por nós usados os atributos divinos para cada um de nós ser o senhor de sua própria vida e um farol para todos aqueles que precisam de orientação.


Transformar-se verdadeiramente e aprender a renascer como um ser transformado, dedicado a ajudar os outros, é de fato ajudar o mundo do modo mais poderoso de todos.


Texto original 
ERIN  GLP - DESPERTANDO A FORÇA INTERIOR


ORAÇÃO DA MANHÃ - São Francisco de Assis









PORTAS - Içami Tiba


PORTAS

Se você abre uma porta, você pode ou não entrar em uma nova sala. Você pode não entrar e ficar observando a vida. Mas se você vence a dúvida, o temor, e entra, dá um grande passo: nesta sala vive-se ! Mas, também, tem um preço... São inúmeras outras portas que você descobre. Às vezes curte-se mil e uma. O grande segredo é saber quando e qual porta deve ser aberta. A vida não é rigorosa, ela propicia erros e acertos. Os erros podem ser transformados em acertos quando com eles se aprende. Não existe a segurança do acerto eterno. 


A vida é generosa, a cada sala que se vive, descobre-se tantas outras portas. E a vida enriquece quem se arrisca a abrir novas portas. Ela privilegia quem descobre seus segredos e generosamente oferece afortunadas portas. Mas a vida também pode ser dura e severa. Se você não ultrapassar a porta, terá sempre a mesma porta pela frente. É a repetição perante a criação, é a monotonia monocromática perante a multiplicidade das cores, é a estagnação da vida... Para a vida, as portas não são obstáculos, mas diferentes passagens!

Içami Tiba





VIDA SINGULAR - Jesus Cristo



VIDA SINGULAR

Ele nasceu numa obscura aldeia, filho de uma simples camponesa. Cresceu em outra humilde aldeia, onde trabalhou como um modesto carpinteiro até os 30 anos.Foi somente durante os três anos seguintes que pregou sua mensagem. Nunca escreveu um livro. Nunca exerceu qualquer cargo.Nunca teve um lar. Nunca constituiu família. Nunca freqüentou uma universidade. Nunca a planta dos seus pés pisaram uma grande cidade. Nunca se distanciou mais de 300 quilômetros do povo onde nasceu.

Nunca fez alguma coisa que pudesse aparentar grandeza. Suas credenciais eram a sua própria personalidade. Nada teve em comum com este mundo, exceto o simples poder da sua singular humanidade.

Quando se fez conhecer, o ímpeto da opinião popular se voltou contra ele.Seus amigos o negarem e abandonaram.Um deles o traiu e o vendeu. Foi entregue à sanha de seus inimigos. Foi condenado mediante a farsa de um juízo simulado.Foi cravado em uma cruz entre dois ladrões. Enquanto morria, seus executores tiravam sorte sobre a única propriedade que tinha na terra – sua túnica. Quando ele faleceu, foi enterrado em uma tumba emprestada, graças a piedade de um amigo.

Vinte longos séculos são passados e hoje, ele é a personalidade central da humanidade e o guia do progresso humano. Todos os exércitos deste mundo, todas as frotas que já se construíram, todos os parlamentos que já se reuniram, assim como todos os reis que já reinaram, postos todos juntos, não influíram tão poderosamente na vida da humanidade como o fez esta vida singular: JESUS CRISTO.

Autor Desconhecido




domingo, 10 de maio de 2015

PORTAL DA CABALA - Mini-aula de Torá - Conexão (34) A Caminho da Luz

09 a 16/05/2015
Conexão da Semana: O Caminho da Luz 

A conexão desta semana fala sobre estatutos. No entanto, o verdadeiro significado, por trás do texto, está relacionado à uma escolha que temos que fazer todos os dias de nossa vida, entre nos aproximamos ou nos distanciamos da luz. Não há meio termo. São decisões nossas, muitas vezes imperceptíveis, mas que com o passar do tempo, somadas umas as outras, acabam por definir a realidade na qual vivemos.

A Cabala ensina que a cada vez que optamos pelo egoísmo e por focar a parte negativa das coisas, colocamos pesadas nuvens entre nós e a luz que alimenta a nossa alma. Isto se acumula, até que chega o momento em que não conseguimos mais enxergar a Luz.

Por outro lado, sempre que optamos por uma visão mais positiva e alegre da realidade, e abandonamos os nossos sentimentos de mágoa, descobrimos uma nova lógica de existência e que pode nos levar à uma nova experiência de uma vida iluminada.

Nesta semana procuramos ficar mais atentos, para que todos os dias, todas as horas, todos os minutos, possamos escolher o caminho da Luz.

Shalom!

 A seguir a mini-aula.

[]s Ian Mecler.

Mini-Aula:http://www.youtube.com/watch?v=sxXzB-SiB9E

Aguardem: Conexão Próxima semana
Conexão 34 - No Deserto




domingo, 3 de maio de 2015

PORTAL DA CABALA - Mini-aula de Torá - Conexão (32) Pare

02 a 09/05/2015
Conexão da Semana: Pare

O cabalista vive seis dias de uma maneira, e o sétimo de um modo bastante distinto, porque sabe que é preciso uma pausa para re-avaliar e começar de novo, com nova inspiração.

É sobre esta oportunidade  muito luminosa que a Torá nos fala esta semana. Sobre a possibilidade que temos de interromper  o "fazer" compulsivo e re-avaliar o sentido de nossa existência. Vivemos tão apressados e cheios de objetivos que não conseguimos parar, e portanto, também não conseguimos re-começar.

É preciso parar, perder a pressa, refletir e, principalmente, respirar.

Experimente isto nesta semana. Sempre que puder, pare um pouco e esvazie. Somente assim é possível despertar para uma nova vida.

Shalom!

Atenção: De 4af para 5af agora temos uma fenda iluminada na Cabala: Lag Ba Omer. A noite de 4af especial para acender velas, estudar sobre a obra dos mestres e orar.  

A seguir a mini-aula da semana.

[]s Ian Mecler.

Mini-Aula: http://www.youtube.com/watch?v=AKL4aumKONY

Aguardem: Conexão Próxima semana
Conexão 33 - O Caminho da Luz





       
       

CHAMA INTERIOR

 
CHAMA INTERIOR

As chamas das velas, lareiras e fogueiras ajudam o ser humano a introverter a consciência. Esta é uma das razões para usarmos  velas em rituais. Mas apesar dos infindáveis atributos e significados, a mais significativa chama, para o místico, é a chama interior, sua fonte de Luz e compreensão na busca da Verdade Suprema

Fonte:
Revista O ROSACRUZ

.

A BUSCA DE SI MESMO - Urias Gomes do Amaral, FRC



A BUSCA DE SI MESMO
           
Por Urias Gomes do Amaral, FRC

A incessante busca de si mesmo parece ser próprio do destino do homem... De onde viemos? E para onde vamos? Eis a questão: Não sabemos!
Na memória apenas vagas lembranças, reminiscência, saudades...
Saudade infinda de um paraíso a muito tempo perdido.
Qual pássaro desterrado pelas regiões do sem fim, o homem este buscador, é o próprio filho pródigo tentando retornar à casa do PAI.
Movido por uma espécie de ânsia que não lhe dá tréguas, nesta desordenada aventura, encontra outros que acalentam os mesmos objetivos, o que reforça nele ainda mais, a certeza de que não busca um sonho, uma quimera... A felicidade existe, o paraíso é sua herança, Deus é real! E quando os homens elevam seus pensamentos e se irmanam em torno de nobres ideais; a fraternidade acontece, o paraíso se revela e DEUS  se manifesta!
Não; isto não é uma poesia, uma miragem, já está acontecendo! São sintomas da nova era de Aquárius. Agora mais do que nunca em todas as partes do mundo, através de simpósios, conclaves, conferências e reuniões, os homens estão sendo chamados a repensar a vida e refletir sobre sua existência.
A mais fascinante  aventura do homem é - A BUSCA DE SI MESMO!


Fonte: Boletim Informativo – O GUARDIÃO
Loja ROSACRUZ – Tatuapé/SP
Ano R+C 3340





VERBO SER - Vicente Cassimiro FRC

VERBO SER

Por Vicente Cassimiro, FRC

Fecho os olhos.
Medito.
Busco o âmago das coisas,
à procura do Ômega inefável:
Alfa, Beta, gama, Delta, Theta...
Tímidamente, a luz da consciência
ilumina o meu vazio,
como uma estrela remota,
ou um grão de poeira luminosa,
que banha o meu olhar com suave lampejo.
Mergulho nas águas primordiais.
Vou buscar a raiz, o princípio,
a semente das formas,
que dormia no abismo,
à espera do sopro.
Escuto o bocejar dos céus, nos vendavais sidéreos.
Sou cometa errante,
célula que costura o corpo da galáxia,
cruzando o espaço interastral.
As moradas que vi revelam-me um segredo
que inclui a minha origem:
Eu sou um pensamento
que vestiu o pó das esferas
e sobe em espiral, de volta à fonte.
Em meu corpo,
a poeira de mil astros
sofre a nostalgia do lar distante,
depois da aventura milenar, rumo à vida
o aqui de toda parte está em mim
e o agora de sempre me pertence.
Sou filho do Infinito,
carbono que provém do ventre de uma estrela
e que cruzou os céus na noite milenar,
nas asas do mistério que eu mesmo sintetizo.
Sou água que lavou o umbral da Química,
à procura da vida.
Sou o livro de todos os arcanos,
código que contém as leis da Criação
e os  segredos do Ser.
Guardo a memória do tempo
e as dimensões do espaço
e tenho respostas ao futuro,
embora as não conheça.
Sou o encontro de muitas dimensões.
Possuo a quinta essência do Universo,
concebida num sopro.
Meu lar é o espaço cósmico,
ou uma estrela, quem sabe, remota (?)
para onde voarei um dia,
cavalgando meu sonho-Eternidade!


  Excerto do livro – O Problema do Ser e da Liberdade
do Escritor - Vicente Cassimiro FRC

Fráter Vicente Cassimiro
membro do Capítulo R+C - Vitória da Conquista/Ba


ECOLOGIA - UM ASSUNTO MÍSTICO



ECOLOGIA - UM ASSUNTO MÍSTICO

A Terra é nosso lugar de vida; é também o corpo que a alma coletiva da humanidade utiliza para evoluir até sua Perfeição. Além disso, é uma obra-prima da Criação. Merece, portanto, nosso maior respeito e deveria suscitar toda nossa admiração. 


Infelizmente, os homens, por ignorância, negligência ou interesses, não param de pô-la em perigo (poluições diversas, desmatamento excessivo, massacres de animais, etc). Se ninguém fizer alguma coisa para pôr fim a isso, nosso planeta morrerá numa lenta agonia, e todos teremos uma grande parcela de responsabilidade nesse drama planetário.


Sim, a ecologia é parte integrante do misticismo, pois não é possível a gente se interessar pelos mistérios da vida sem se preocupar com o futuro da Terra. É por isto que os rosacruzes são particularmente sensíveis aos problemas do meio ambiente e procuram dar exemplo de um comportamento respeitoso em relação à natureza e a todos os seres vivos. 


Quando nos dedicamos à espiritualidade, não podemos deixar de nos sentir envovidos com o futuro de nossa Terra, pois ela é uma admirável expressão das Leis Divinas e será sempre a Mãe de todos os homens.

Fonte:
Revista AMORC Juvenil
2º trimetre/1997