Postagem em destaque

CONHEÇA A CÂMARA EXTERNA DA ORDEM ROSACRUZ, AMORC

Caro Buscador, Seja bem-vindo à Câmara Externa da Antiga e Mística Ordem ROSACRUZ, AMORC! Esta modalidade de aproximação...

domingo, 31 de julho de 2016

CURSO ON-LINE - Os 72 Nomes de Deus - PORTAL DA CABALA


Curso On-Line - Os 72 Nomes de Deus 
É com alegria que anunciamos a 7a edição de nosso curso on-line dos 72 Nomes de Deus. O mesmo vai começar no dia 02/08.  São 72 dias de intensa conexão de cura em todos os níveis. O curso e gratuito e recomendado igualmente para os que já fizeram outras edições e para os que nunca fizeram.

Se você se interessa por Cabala, por meditação e pelo caminho do auto-conhecimento, aproveite esta oportunidade. Você se inscreve em apenas alguns minutos através de nosso site. Leia abaixo os tópicos fundamentais para você saber mais sobre o curso:

1 - HORÁRIO
Serão 12 aulas, disponibilizadas a cada 6 dias, e que você poderá assistir no horário que preferir.

2 - MEDITAÇÕES
Serão 72 meditações guiadas, de 2 minutos cada, para os 72 dias de duração do curso. Você poderá acessar as mesmas através da área reservada em nosso site.

3 - LIVRO BASE
O livro "A FORÇA - o poder dos anjos da Cabala" é fundamental para se acompanhar o curso. Primeiro porque permite uma conexão completa a cada dia com o anjo (nome de Deus) correspondente. E também porque se você passar um ou mais dias sem acesso ao computador poderá realizar as meditações e práticas através do guia prático do mesmo.

4 - O INVESTIMENTO
O curso é aberto a todos os cadastrados do site. Sugerimos uma contribuição de R$72,00, que deve ser feita somente durante o curso e apenas por aqueles que assim desejarem.

5 - O MAIS IMPORTANTE
Você pode obter uma grande benção ao realizar o curso e as práticas diárias. Isso acontece porque o curso dos 72 Nomes de Deus age também em um local onde a mente racional não penetra, e é de lá que podemos extrair a maior Luz de nossa vida: um novo DESPERTAR.

=>  Para se inscrever, basta entrar no site, clicar no ícone do curso e preencher os dados solicitados. Por favor coloque o estado correto no qual você mora. Não demora mais que 2 minutos.

Obrigado por sua atenção.
Serão 72 dias mágicos e abençoados!

Shalom!!!!

[]s Ian Mecler.


ESTUDO DA CABALA (15ª semana) QUARTO PRINCÍPIO ESPIRITUAL DA CABALA

30/07 a 07/08/2016

A TEORIA DA REATIVIDADE 

"Todos pensam em mudar o mundo, 
mas ninguém pensa em mudar a si mesmo". - Leo Tolstoi 

"Mude a si próprio e você mudará o Mundo".

"Eu queria mudar o mundo. 
Mas descobri que a única coisa que alguém 
pode ter certeza de mudar é a si mesmo. - Aldous Huxley 

Quando olhamos para o âmbito do 99 %, descobrimos quatro atributos chaves que herdamos da Luz e que precisamos expressar em nosso mundo para eliminar o Pão da Vergonha. 

São: 
1. Ser a Causa 
2. Ser Criador 
3. Estar em Controle
4. Compartilhar 

Em nosso mundo físico, essas quatro qualidades se unem numa única característica, diretamente relacionada com o comportamento humano: PROATIVO! 

Além disso, todas as características do Receptor — isto é, da humanidade — podem ser expressas com uma única palavra: REATIVO! 

Reativo significa:
 • 1. Ser o Efeito
 • 2. Ser uma Entidade Criada 
• 3. Ser Controlado por Tudo 
• 4. Receber 


Em termos bem simples, a missão do Receptor é se transformar de uma força reativa em uma força proativa. 

Agora, veja só: Este é objetivo final da vida; A razão de nossa existência; O sentido de nossas vidas; Este é o caminho de volta para casa; A rota para a plenitude infinita; O segredo para eliminar o Pão da Vergonha; E a verdadeira definição do termo transformação espiritual. 

Desvelamos agora o Quarto Princípio da Cabala:
 O objetivo da vida é a transformação espiritual, passar de reativo para proativo. 


ANALISANDO A TEORIA DA REATIVIDADE 

• Quando reagimos a qualquer situação e eventos externos em nossas vidas, somos meramente um efeito, e não a causa; somos reativos, não proativos.
• Se vivemos nossas vidas sem qualquer crescimento pessoal ou mudança de natureza, não criamos novos níveis de existência espiritual para nós mesmos. 
• Quando permitimos que forças exteriores influenciem nossos sentimentos, positivos ou negativos, abrimos mão do controle. 
• Quando exibimos comportamento egocêntrico ou autocentrado, não estamos compartilhando, mas, ao contrário, estamos recebendo gratificação para o ego. 

Reflita bem sobre isto.


UM BIG BANG ESPIRITUAL 

Toda vez que reagimos na vida, seja com raiva ou com prazer, toda vez que nos comportamos reativamente, negamos a Natureza Divina que herdamos. Nossa alma repete então o ato original de Resistência e pára o fluxo de Luz. Uma versão espiritual do Big Bang é mais uma vez executada. Metaforicamente, mais um pano é lançado sobre a lâmpada. A vida fica mais escura. E é neste ponto que o prazer se esgota. O entusiasmo nos deixa. A carga se vai. É por isso que nos sentimos tão mal depois que reagimos e explodimos com raiva contra nossa família. A gratificação ou o prazer que recebemos não foi criado através de nossos próprios esforços proativos. Alguma coisa externa foi responsável por nossa satisfação. 

 Da mesma forma, se alguém nos faz um elogio e isto nos faz sentir melhor a respeito de nós mesmos, a outra pessoa é a causa, e nós somos apenas o efeito. Nossa felicidade será apenas temporária. Nossa alma é obrigada a reprisar o ato de Resistência e cortar a Luz para evitar o Pão da Vergonha. O resultado final é a escuridão.


 UMA ALTERNATIVA ESPIRITUAL 

Há uma outra opção disponível para nós, que previne o acontecimento de "big bangs espirituais" em nossa vida. A Cabala chama essa opção de Resistência.



 A LONGA FILA DE SUPERMERCADO DA VIDA 

Na próxima vez em que você se encontrar preso em uma longa fila do caixa eletrônico, do engarrafamento ou na caixa de um supermercado, resista ao seu ímpeto de reagir. Não fique frustrado. Não fique impaciente. Não fique zangado. A fila está ali para testá-lo, e para lhe dar a oportunidade de não reagir. Mas se por acaso você reagir, a situação o controla. A situação se torna a causa, e você é o efeito. 

 Lembre-se sempre que a razão para não reagir à longa fila no supermercado, ao motorista louco que lhe dá uma fechada na estrada, ou ao cunhado que lhe provoca grande irritação, não tem nada a ver com ser educado. Nem tem a ver com moral, ética ou qualquer outro princípio altruístico. Tem a ver com você, como quando se diz, e o que você leva nisto?

O propósito da Resistência é conduzir para mais próximo da Luz, a fim de que se possa receber. Então, pare seu desejo reativo de pensar constantemente em si mesmo — não por isto ser moralmente bom, mas porque a transformação serve ao seu próprio interesse. Cada um de nós tem o poder de trazer plenitude para a própria vida, transformando a sua natureza. Quando um número suficiente de pessoas atingir este nível, o mundo será inundado com uma infusão inimaginável de Luz.



Fonte: O Estudo da Cabala - Maria Diva Ogeda - SRC
Aguarde próxima semana:
QUINTO PRINCÍPIO ESPIRITUAL DA CABALA
TRANSFORMAÇÃO ESPIRITUAL 
Leia também:
O TERCEIRO PRINCÍPIO ESPIRITUAL DA CABALA
Semanas 1ª a 14ª



ESTUDOS ROSACRUZ



ESTUDOS ROSACRUZ

SISTEMA DE INSTRUÇÃO

Ao ingressar na Ordem Rosacruz - AMORC, você será convidado a ter um local em sua casa, permanente ou temporário, destinado a esses estudos especiais; um local que seja sagrado para você, mas sem conotação religiosa. A Tradição Rosacruz chama esse local de Sanctum, palavra em Latim que significa Santuário. Será seu gabinete espiritual de estudos, um espaço de vibrações permanentemente elevadas onde você poderá se harmonizar e se energizar adequadamente.



AS MONOGRAFIAS

Uma vez estabelecido esse Sanctum no Lar, o empolgante estudo a que os Rosacruzes se dedicam pode ocorrer em progressão harmoniosa. Para isso, a AMORC envia periodicamente a seus filiados as Monografias Oficiais, discursos especiais que tratam de toda a gama de assuntos propostos pela Ordem. Esse programa não deve ser entendido como um curso.  Os benefícios das lições da AMORC se fazem sentir já nas primeiras semanas de estudo.

  

O Conhecimento Rosacruz não objetiva exaltar o intelecto, embora, inegavelmente, ele também contribua para isso, dado a variedade de informações que propicia. Mas a AMORC é essencialmente uma Escola de misticismo prático. As Monografias trazem experimentos que são a Técnica Rosacruz de transformação. Esses experimentos são exercícios e práticas que lhe permitirão demonstrar por si mesmo os princípios apresentados nas lições, bem como acessar sua própria fonte de sabedoria e orientação interior. Por exemplo, quando você estiver estudando a teoria da cura mística, alguns exercícios serão propostos para que você aprenda a atrair as Energias curativas do Universo em seu benefício e retransmiti-las em benefício de outros, estejam eles perto ou longe.



 Devemos dizer que a Pedagogia Rosacruz foi e é muito elogiada por Educadores. Em verdade, a AMORC foi uma das precursoras do hoje difundido ensino à distância. Sua didática é comprovadamente eficiente.

OS GRAUS PROGRESSIVOS

A AMORC divide seu Estudo em 12 Graus, os quais se estendem por tempo indeterminado,
continuando a estimular mais desenvolvimento pessoal. Não há como esgotar o estudo dos Mistérios da Vida.

O Rosacrucianismo não se resume na simples leitura das Monografias, mas insere-se numa dimensão de desabrochamento interior e psíquico paulatino. As lições não são só um acervo de conhecimento e sim um modo de viver.

  

Por falta de espaço nos é impossível apresentar os assuntos tratados em todos os Graus de Estudo, mas, resumimos alguns dos temas fascinantes tratados em nossas Monografias:


■ A Natureza Ilusória de Tempo e Espaço
■ Consciência Humana e Consciência Cósmica
■ Técnica Rosacruz de Meditação
■ Desenvolvimento da Intuição
■ Aura Humana
■ Cura Metafísica
■ Telepatia
■ Telecinesia
■ Vibroturgia
■ Radiestesia
■ Alquimia Espiritual
■ O Poder Criativo da Visualização
■ Projeção Psíquica
■ Despertando a Consciência Psíquica
■ Influência Física, Psíquica e Espiritual do Subconsciente
■ Encarnação da Alma
■ Transição da Alma
■ Cura Pessoal e Cura à Distância
■ O Corpo Psíquico e os Centros Psíquicos
■ Natureza e Simbolismo dos Sonhos
■ Harmonização com a Consciência Cósmica

COMO ENTRAR EM CONTATO CONOSCO



Ordem Rosacruz - AMORC
Grande loja da Jurisdição de Língua Portuguesa
Rua Nicarágua, 2620 – Bacacheri – 82515-260
Fone: (0xx41) 3351-3000 – FAX: 3351-3065 e 3351-3020
Caixa Postal 4450 – 82501-970 – Curitiba – Paraná

Divulgação R+C Jequié

 



O SINAL DA CRUZ - Samuel Rittenhouse

                                                     

O SINAL DA CRUZ
                                                                                   Samuel Rittenhouse

Há várias dezenas de espécies de cruz. A cruz é um símbolo arcaico e que antecede o cristianismo. Está presente em praticamente todas as culturas do mundo. Talvez a Tau antiga, a cruz em forma de T, usada pelos egípcios e fenícios, seja a mais antiga de todas. Há, ainda, a Cruz Ansata, a Céltica, a Grega, a Budista etc.
                                                            

A cruz é formada do ponto, que se expande em duas direções, formando linhas que se cruzam, que representam dois estados ou condições: a matéria e o espírito. A linha horizontal representa a primeira, a vertical o último. Este é o conceito da dualidade expresso pela cruz.


Além da dualidade, a cruz simboliza o surgimento de uma terceira condição pela união dos contrários. Onde as duas linhas se cruzam na cruz, surge uma nova manifestação. Assim, a cruz também ensina que muitas coisas unitárias são o resultado da união de duas energias dessemelhantes. A união do espírito e da matéria faz surgir, no ponto onde os dois cruzam-se na cruz, a consciência de uma nova condição.
                                                                                                     
O símbolo místico dos Rosacruzes é uma cruz com uma única rosa vermelha no centro. A cruz simboliza o corpo material e as provas terrenas. A rosa simboliza a consciência humana evoluindo por meio dessas mesmas provas, rumo à perfeição final.
                                     

É interessante saber que a palavra “rosa” nos dicionários primitivos era explicada como tendo sua raiz na palavra “rocio”, um eflúvio especial usado pelos alquimistas medievais para fins de purificação. Unidos, a rosa e o rocio simbolizam o despertar de uma consciência que transcende o nível objetivo e se remete a uma dimensão cósmica e infinita, fazendo de seu possuidor um “iluminado”. A partir daí, a rosa não precisa mais da cruz para evoluir.
                                                                                       Fonte: www.amorc.org.br

A CRUZ, A ROSA E A ROSACRUZ - Fernando Pessoa


A CRUZ, a ROSA 

e a ROSA CRUZ
Porque choras de que existe
A terra e o que a terra tem?
Tudo nosso – mal ou bem –
É fictício e só persiste
Porque a alma aqui é ninguém.

Não chores! Tudo é o nada
Onde os astros luzes são.
Tudo é lei e confusão.
Toma este mundo por strada
E vai como os santos vão.

Levantado de onde lavra
O inferno em que somos réus
Sob o silêncio dos céus,
Encontrarás a Palavra,
O Nome interno de Deus.

E, além da dupla unidade
Do que em dois sexos mistura
A ventura e a desventura,
O sonho e a realidade,
Serás quem já não procura.

Porque, limpo do Universo,
Em Christo nosso Senhor,
Por sua verdade e amor,
Reunirás o disperso
E a Cruz abrirá em Flor.

(Poema datado de 6 de fevereiro de 1934,
de Fernando Pessoa)




O JARDIM CÓSMICO -


Uma impressionante experiência mística vivida pelo Dr. H. Spencer Lewis, 
quando de uma entrevista que teve com um Mestre Cósmico da 
Grande Loja Branca, na qual o Dr. Lewis foi informado sobre a existência 
de uma esfera psíquica de elevada beleza no Reino Espiritual, 
batizada por ele de "O Jardim Cósmico". 








DISCRIMINAÇÃO DAS VIRTUDES - O Tao Te Ching Verso 33: LAO TSÉ


                                                      Taoteching48.jpg

 Discriminação das virtudes

O Tao Te Ching 

Verso 33:   LAO TSÉ

Aquele que conhece os outros é inteligente.
Aquele que conhece a si mesmo é sábio.
Aquele que vence os outros é forte.
Aquele que vence a si mesmo é realmente poderoso.
Aquele que está satisfeito com o que tem é rico.
Aquele que mantém firme o seu propósito 
tem vontade firme.
Aquele que não perde seu centro permanece muito tempo. 
Aquele que morre e, todavia, não perece,
 atinge a imortalidade.